WHATSAPP: 11 97698-0161 / FIXO: 5505-5256 RUA QUINTANA, 245- BROOKLIN

ORIGEM DO TANTRA

O Tantra é uma filosofia que surgiu há mais de 5 mil anos, tendo a sua origem pela cultura Drávida, povo que vivia no vale do Rio Indo, onde hoje é conhecido como Paquistão.

 A palavra Tantra é um termo sânscrito que  significa “ Uso, Trama, Tecer, Teia”, é uma palavras composta por duas raízes 

“Tan” que significa expansão e “Tra” que significa libertação. Os Drávidas eram povos pacíficos de alto conhecimento e elevação espiritual e intelectual,

seguiam uma estrutura védica e uma filosofia comportamental com características desrespressoras, matriarcais e sensoriais.

Não existiam julgamentos na cultura Drávida sobre o “bem e o mau” ou sobre o “errado e o certo”, pois eles acreditavam que essa polaridade era necessária para haver um equilíbrio.

Para eles cada indivíduo deveria ser reverenciado como uma divindade, respeitado e exaltado , principalmente as mulheres  como a própria Deusa Shakti, pelo milagre

de gerar outra vida e produzir o alimento para o bebê. Viviam de forma meditativa e acreditavam que nada poderia ser reprimido.

Seus ensinamentos eram passados de forma oral de geração em geração, através de mestres e discípulos .

Há aproximadamente 850 anos as estruturas literais passaram a serem escritas através dos “Shastras” (estruturas sagradas de revelações divinas).

Com a invasão dos povos Arianos entre 2.000 a 1750 anos a.C, aquela cultura matriarcal e desrespressora tivera os seus ensinamentos calados e esquecidos e deturpados por conta daquele povo agressivo e patriarcal que ali habitaram, e escravizaram os Drávidas , pouco se falava sobre Tantra, porém algumas pessoas ainda conseguiam levar seus ensinamentos para diversas partes do mundo.

Curiosidades:

Shakti é  um termo sânscrito que significa poder supremo, energia, criação, representa uma divindade feminina.

Sarasvati é a Shakti de Brahma.

Pavarti é a Shakti de Shiva.

Lakshmi é a Shakti de Vishnu.

 

Shiva é um termo sânscrito que representa a energia masculina, essa divindade é considerada como o “Destruidor” ou” “Transformador”, representa a força.

 

Yoni é termo sânscrito que significa “Passagem divina”, “lugar de nascimento”, “templo sagrado”, “fonte de vida”, que refere-se diretamente ao órgão genital feminino.

 

Lingam é um termo sânscrito que significa “Bastão de luz”, força da divindade Shiva que representa o órgão genital masculino.

 

Kundalini é um termo sânscrito que refere-se a uma energia potente e vital que fica  localizada na base da coluna, é representada por uma serpente enrolada no osso sacro (coccíx). Popularmente adormecida, quando a Kundalini é despertada ela sobe pelos Chakras, seguindo a coluna vertebral, do chakra básico até o coronário, ativando cada um deles. Levando ao despertar da consciência, bem-estar, rompimento de paradigmas, julgamentos e libertação de ideiais da sociedade.

Chakras é um termo sânscrito que significa “roda de luz”, representam os centros de energia  conectados com o nosso corpo. Existem muitos Chakras em nosso corpo, cada um deles representa um algum órgão. Mas temos os setes principais:

Chakra Básico em sânscrito Muladhara – Cor vermelha, ligado ao elemento terra, está localizado na região do períneo, conectado com as glândulas suprarrenais, é responsável pelo equilíbrio, lucidez e autocontrole. 

Mantra: LAM 

Chakra Sacral ou Sexual em sânscrito Swadhisthana- Cor Laranja, ligado ao elemento água, está localizado na região do baixo ventre, ligado aos testículos do homem e ovários na mulher. É responsável pelo prazer, sexualidade, emoções, criatividade, autoestima.

Mantra: VAM.

Chakra do Plexo Solar em sânscrito Manipura– Cor Amarela ligado ao elemento fogo, está localizado há dois dedos acima do umbigo, e está ligado ao pâncreas. É conhecido como o Chakra das emoções densas, pois nele se acumula todas as emoções como paixão, rancor, raiva, medo. É considerado um os Chakras mais vulnerável.

Mantra: RAM.

Chakra Cardiáco em sânscrito Anahata– Cor Verde , ligado ao elemento ar, está localizado no centro do peito, é ligado diretamente a glândula timo, responsável pelo sistema cardiorrespiratório e toda a energia do tórax é considerado um centro de emoções, amor, sentimentos.

Mantra: YAM.

Chakra laríngeo em sânscrito Vishuddha– Cor Azul celeste, ligado ao elemento Éter, está localizado na garganta é vinculado com a glândula Tireóide, é responsável pela comunicação.

Mantra: HAM.

Chakra Frontal em sânscrito Ajna – Cor Azul índigo,ligado ao elemento Luz, conhecido como o Terceiro  olho, pois está entre  as sobrancelhas, representa a intuição, é vinculado com a glândula hipófase.

Mantra: OM.

Chakra Coronário em sânscrito Sahashara– Cor Violeta ligado a Todos os elementos, está localizado no topo da cabeça e é responsável por todas as glândulas do corpo, representa o Eu superior, a espiritualidade, a fé, recebe a energia do sol, está ligado ao sistema neurológico é responsável também pela iluminação.

Mantra: OM.

 

.

Enviar Mensagem
Estamos Online!